MÊS DE MARIA

Um presente para Nossa Senhora

Dia após dia, fiéis de todo o mundo recorrem a Maria. A ela são dedicados alguns dos hinos mais sublimes da poesia cristã. A “Virgem por todos aclamada”, que é “mais digna de honra do que os querubins e incomparavelmente mais gloriosa do que os serafins”, como é louvada pelas Igrejas Orientais, é também a Mãe de todos os que nela se refugiam na sua angústia.

“Avé Maria” – nas pequenas aldeias da selva ou da savana africana, nos bairros de lata das metrópoles, nos campos de refugiados sob uma carga de bombas, nos berços das crianças e nos lábios dos doentes e moribundos, estas palavras ressoam tanto como nos locais de peregrinação onde milhões de fiéis encontram ajuda e consolação.

A Fundação AIS foi consagrada a Nossa Senhora de Fátima em Setembro de 1967 e desde então a Virgem que apareceu aos Pastorinhos tem inspirado o nosso trabalho, permitindo, por exemplo, a construção de igrejas, conventos e santuários dedicados à Mãe de Deus, bem como campanhas de oração do Terço e ajuda de subsistência a religiosas, padres e seminaristas.

Neste mês de Maria, apoie um projecto dedicado a Nossa Senhora:

FORNECIMENTO de água

Água corrente e instalações sanitárias para a igreja da paróquia de Nossa Senhora de Fátima, na Ucrânia, que dá apoio pastoral às congregações e aos seus paroquianos.

13.000€

APOIO a seminaristas

Sob a orientação da imagem milagrosa da ‘Divina Pastora’, 56 seminaristas na Venezuela desejam ser “bons pastores”. Os jovens que se preparam para o sacerdócio estão cheio de alegria e de esperança.

46.480€

APOIO a religiosas

Apoio à Congregação de Irmãs Servas de Maria de Borna, na Rep. Dem. do Congo, que cuidam especialmente da educação dos jovens, da saúde, orfanatos, lares para idosos, etc.

12.000€

RECONSTRUÇÃO de Igrejas

Recuperação da Casa Paroquial de Santa Maria Imaculada, em Salasaca, no Equador, para atender às necessidades pastorais de 12.000 pessoas muito pobres da comunidade indígena.

23.258€

“Toda a gente recorre a Nossa Senhora com as suas necessidades”

Procissão em honra de Nossa Senhora de Lourdes em La Guaria, na Venezuela

Na América Latina, um continente que deve a sua evangelização às aparições de Nossa Senhora de Guadalupe em 1531, é muitas vezes o amor a Nossa Senhora que impede os Católicos de se deixarem seduzir pelas seitas omnipresentes.

Em Kibeho, no Ruanda, milhares de pessoas profundamente feridas encontraram força para perdoar aos assassinos dos seus familiares e amigos após o genocídio de 1994. Nossa Senhora apareceu aqui nos anos 80 como a “Mãe do Verbo”. A Igreja Católica reconheceu as aparições. Actualmente, vêm aqui peregrinos de muitos países africanos, mas também da Europa e dos EUA. A construção deste local de peregrinação foi apoiada pela Fundação AIS desde o início.

Os fiéis do Paquistão rezam “Salam-a-Mariam” – “Avé Maria” – com fervor. Já em várias ocasiões a Fundação AIS apoiou também o santuário mariano nacional de Mariamabad. O amor a Maria é grande num país onde os Cristãos são perseguidos e ameaçados.

O Padre Emmanuel Parvez, de Pansara, relata: “Toda a gente recorre a Nossa Senhora com as suas necessidades. Entre eles, até muçulmanos. Muitas mulheres sem filhos pedem a graça de poderem finalmente ser mães. Outras depositam os seus filhos pequenos aos pés de Nossa Senhora e rezam: ‘Toma conta do meu filho, tal como tomaste conta do Menino Jesus!’”

Fiéis da paróquia carmelita de Hvizdava, na Ucrânia, participam numa procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima pela Paz no seu país.

Na Ucrânia, os fiéis fazem procissões e rezam nos santuários de Berdychiv e Sarvanytsia, e em todas as igrejas do país para que a Santíssima Virgem lhes conceda a paz. Também no sofrido Médio Oriente, não cessam as orações de súplica à Mãe de Deus.

Ofereça um presente especial a Nossa Senhora e apoie um projecto dedicado a Maria.

PODEMOS CONTAR CONSIGO?

Água é vida... um sinal de amor
para a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima

Num cantinho especial da Ucrânia, a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima em Zymna Voda brilha como um farol de fé e comunidade. Erguida com dedicação incansável pelo Padre Jan Fafula, esta igreja ainda está a escrever a sua história, mas já é o coração pulsante de devoção para a congregação e os fiéis locais, a Nossa Senhora de Fátima.

Contudo, a reconstrução foi interrompida por desafios inesperados. A pandemia de Covid e a terrível guerra que está a assolar o país deixaram os últimos detalhes da igreja em suspenso. Apesar de ainda não estar totalmente concluída, a igreja já é palco da celebração da Eucaristia, de serviços religiosos e da catequese, sendo utilizada com fervor pela congregação e pelos fiéis da paróquia.

As crianças, ávidas por aprender sobre a sua fé, na catequese, encontram-se agora num ambiente desprovido de conforto e dignidade, longe das instalações sanitárias essenciais.

Mas, onde há fé, há esperança. É com esta crença que nos unimos para concretizar um projecto de amor e solidariedade. Com a sua ajuda iremos criar um futuro mais luminoso para a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima. Água corrente, instalações sanitárias – estruturas essenciais para as crianças poderem cultivar o amor a Deus e a sua educação religiosa.

Água corrente e instalações sanitárias para a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, na Ucrânia

Montante: 13.000€

As palavras de gratidão da congregação ecoam como hinos de alegria nos nossos corações: “…queremos assegurar-vos da nossa oração. Rezamos por vós e por todos os benfeitores. No dia 13 de cada mês é celebrada uma Missa pelas vossas intenções.”

Junte-se a nós nesta missão de amor e renovação. Cada gesto conta, cada contribuição é uma semente de esperança. Unidos pela fé, ofereça um presente especial a Nossa Senhora e apoie este projecto em Zymna Voda, na Ucrânia.

…queremos assegurar-vos da nossa oração. Rezamos por vós e por todos os benfeitores. No dia 13 de cada mês é celebrada uma Missa pelas vossas intenções.”

O caminho inspirador dos
seminaristas da 'Divina Pastora'

“Através da Virgem Santíssima, senti o chamamento de Deus.” A imagem milagrosa da ‘Divina Pastora’ em Barquisimeto é uma das mais veneradas na Venezuela, reunindo milhões de fiéis anualmente para a maior procissão mariana do mundo. Relatos de graças multiplicam-se, e muitos seminaristas têm muito a agradecer à ‘Divina Pastora’.

“A Virgem Maria esteve sempre presente no caminho da minha vocação”, conta Anderson, um jovem seminarista. “Ela é a boa mãe que me acompanha e encoraja a seguir o Senhor. Senti o chamamento de Deus através dela na minha juventude.” Greybel, outro seminarista, conta: “Desde o primeiro momento da minha vida, que a Virgem Maria esteve sempre comigo. É minha professora e amiga. Para mim, ela é tudo o que uma mãe pode ser para um filho.”

Os jovens que se preparam para o sacerdócio estão cheios de alegria e de esperança, apesar de – visto de fora – não haver praticamente razão nenhuma para isso no seu país. A Venezuela está a viver uma crise sem precedentes há vários anos.

Sob a orientação da ‘Divina Pastora’, 56 seminaristas na Venezuela desejam ser “bons pastores”.

                          Montante: 46.480€

Uma grande parte da população empobreceu devido à inflação galopante e milhares passam fome. A taxa de suicídio aumentou de forma alarmante. Também a taxa de criminalidade é elevada. Simultaneamente, mais de sete milhões de venezuelanos abandonaram o país. Os jovens, em particular, estão a partir porque não vêem perspectivas. Os 56 seminaristas de Barquisimeto e muitos outros jovens de toda a Venezuela querem ficar. Mas dependem de nós. Com a sua ajuda vamos apoiar com 830€ por ano cada seminarista.

Quando olho para trás, foi sempre a Virgem Maria que esteve comigo em todas as fases do meu percurso para me guiar e acompanhar.”

Uma História de Devoção e Esperança
com as Irmãs Servas de Maria de Boma

Desde 1930, a Congregação das Irmãs Servas de Maria de Boma, na Rep. Dem. do Congo, tem sido um farol de amor e serviço, fundada por D. Marie Pierre Natalis De Cleene, um missionário belga de Scheut. Com uma dedicação incansável, esta congregação diocesana tem sido o coração pulsante de 27 comunidades, com um total de 183 membros em 2023, incluindo 5 novas religiosas recentemente professas.

As suas actividades abraçam uma variedade de causas nobres, desde a educação juvenil até aos cuidados de saúde, passando por obras sociais e humanitárias para os mais necessitados. Apesar das adversidades, estenderam-se até às áreas periféricas para atender às necessidades das pessoas, demonstrando um compromisso inabalável com o serviço ao próximo.

À medida que a Congregação continua a crescer, reconhecem que a formação contínua é essencial para fortalecer a sua fé e responder aos desafios do nosso tempo. Guerra, mudanças climáticas, pandemias – enfrentam tudo isso com coragem e determinação, mantendo-se fiéis à sua missão de servir os seus paroquianos, os mais pobres dos pobres…

Apoie as Irmãs  Servas de Maria de Borna, que cuidam especialmente da educação dos jovens, da saúde , orfanatos, lares para idosos.

                          Montante: 12.000€

Agora, mais do que nunca, precisam do nosso apoio para ajudar a cobrir os custos da formação, capacitando estas mulheres corajosas para o desenvolvimento de acções para apoiar mulheres e jovens na sua Diocese.

Junte-se a nós nesta missão de amor e solidariedade. Com a sua ajuda, podemos garantir que as Irmãs Servas de Maria de Boma continuem a iluminar o mundo com a sua bondade e compaixão.

Que Deus nos ajude, seguindo o exemplo da Santa Virgem Maria, para que possamos semear a esperança, construir as nossas comunidades na aceitação mútua, na caridade, no perdão e na paz, fontes de alegria.”

Transformação e Esperança na
Casa Paroquial de Santa Maria Imaculada

Imagine-se numa jornada pela vibrante província de Tunguragua, no coração rural do Equador, onde a comunidade indígena de Salasaca, no Equador, luta com determinação contra as adversidades económicas e sociais. Aqui, ergue-se a Paróquia de Santa Maria Imaculada, um oásis espiritual de esperança e fé para mais de meio milhão de católicos.

Sob a liderança inspiradora do Bispo de Ambato, José Luis Frios, nasce o projecto: “Adaptação da Casa Paroquial de Salasaca, Ambato”. Esta não é apenas uma renovação física, é uma transformação que irradia esperança em toda a região.

Desde a sua fundação em 1990, a paróquia tem sido um farol de luz, enraizada na devoção a Nossa Senhora. No entanto, o passar do tempo trouxe desafios, incluindo a necessidade premente de um segundo sacerdote para atender às crescentes necessidades pastorais da comunidade.

Imagine agora o fervoroso entusiasmo quando o novo padre, ávido por servir os seus 12.000 paroquianos, chega à casa paroquial de Salasaca – um espaço que, infelizmente, estava abandonado há anos. O edifício, outrora robusto, agora estava delapidado pelo tempo e pela falta de recursos.

Apoie a reconstrução da Casa Paroquial de Santa Maria Imaculada, no Equador, para atender às necessidades pastorais de 12.000 pessoas

                          Montante: 23.258€

Mas a esperança nunca se perde na Paróquia de Santa Maria Imaculada. Com o apoio dos benfeitores da Fundação AIS, o projecto de renovação ganha vida. É hora de restaurar esta casa paroquial porque o mais importante é prepará-la para abrigar os corações e as almas dos fiéis.

Este não é apenas um edifício; é o epicentro da vida paroquial. Aqui, as portas estarão abertas para celebrar a Eucaristia e os sacramentos, para educar os jovens na fé, para apoiar os casais em cursos pré-matrimoniais e para oferecer um refúgio aos mais necessitados.

À medida que a casa paroquial se transforma, assim também se renova a esperança e a vitalidade espiritual da comunidade de Salasaca. É um testemunho vivo da nossa capacidade de superar adversidades quando nos unimos em amor e solidariedade.

Junte-se a nós nesta jornada de transformação. Cada contribuição, por mais pequena que seja, é uma peça vital no mosaico da renovação. Vamos erguer este símbolo de esperança juntos, para que a luz da fé continue a brilhar sobre Salasaca, inspirando gerações futuras a caminhar com coragem e fé.

Uma imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, especialmente abençoada pelo Papa Paulo VI em 1967, esteve, em Abril, na sede da Fundação AIS, em Königstein, na Alemanha. Regina Lynch, presidente executiva internacional da nossa instituição, sublinhou na ocasião a ligação da Ajuda à Igreja que Sofre à Mensagem de Fátima, e reafirmou que a Virgem que apareceu aos Pastorinhos em 1917 “é a padroeira da Fundação AIS”… “Ela é a nossa Padroeira e contamos com as suas bênçãos e a sua intercessão a Deus para ajudar todos os nossos benfeitores, para cuidar de nós e para nos proteger”, afirmou Regina Lynch.

Veja o vídeo:

father anton

Padre Anton Lässer

Queridos amigos,

Todos os anos aguardo com alegria o mês de Maio, mês de Maria. Pude constatar muitas vezes que em Maio se resolviam os problemas que tínhamos confiado a Nossa Senhora. Fiquei pessoalmente convicto daquilo que São Luís Maria Grignion de Montfort formulou com muita propriedade: “O caminho mais curto, mais fácil, mais perfeito e mais seguro” para a salvação em Cristo é Maria.

A Igreja sempre entendeu que as palavras de Jesus “Mulher, eis aí o teu filho”“Filho, eis aí a tua mãe” (Jo 19, 26 s.) significam que Maria se tornou nossa mãe sob a Cruz.

Quando as crianças pequenas precisam de ajuda, por quem é que chamam? Pela mãe! O que é que uma mãe faz quando vê os filhos em perigo? Apressa-se a socorrê-los!

Podemos interpretar o número crescente de aparições marianas desde 1830 como uma preocupação crescente da Mãe de Deus. As grandes ideologias e as guerras do séc. XX fizeram muitos milhões de vítimas. A pandemia com as suas graves consequências; os novos conflitos armados dos nossos dias; as grandes e rápidas mudanças na tecnologia, na economia, na sociedade e na Igreja e o consequente desenraizamento de tantas pessoas através da dissolução da sua pátria religiosa, familiar e cultural; o crescimento assustador de estruturas e regimes autoritários e totalitários… Os perigos e as dificuldades são múltiplos e existenciais! O maior perigo é o de perdermos a fé em Deus enquanto ordem e amor que tudo sustenta.

Conseguiram acreditar que Maria é o vosso caminho mais seguro para a salvação em Cristo? Em quem depositaram a vossa confiança nestes tempos? Conseguiram acreditar que Maria é o vosso caminho mais curto, mais fácil, mais perfeito e mais seguro? Estão dispostos a abrirem-se às suas mensagens e a deixarem-se guiar por elas? Espero sinceramente e rezo para que vos seja dada esta graça.

Nas aparições em Fátima, a que a nossa organização está particularmente ligada, o anjo diz: “Não tenhais medo. Eu sou o anjo da paz. Rezai comigo: ‘Meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos. Peço-Vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e não Vos amam.’”

Em Maio de 1917, em plena Primeira Guerra Mundial, Maria pede: “Rezem o terço todos os dias para obterem a paz para o mundo e o fim da guerra” e convida-nos a consagrarmo-nos ao seu Imaculado Coração.

Depois de nove anos de estudos de Teologia e 25 anos ao serviço da Igreja, gostaria de vos exortar, com a mais profunda convicção, a corresponder a este desejo de Maria para o nosso tempo.

Unido a vós em oração e gratidão, o vosso

P. Anton Lässer CP
Assistente Eclesiástico Internacional

Descarregue o Boletim especial de Nossa Senhora, para o mês de Maio.

fatima sidebar crop

Acenda uma vela

A CAPELA VIRTUAL da Fundação AIS, dedicada a Nossa Senhora de Fátima, é um lugar de oração.

Um lugar para apresentar as suas intenções a Deus através de Nossa Senhora, nossa Mãe.

Convidamos todos a rezar e a acender uma vela pelos Cristãos perseguidos, ou por uma intenção pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

918 125 574

Multibanco

IBAN PT50 0269 0109 0020 0029 1608 8

Papa Francisco

“Convido-vos a todos, juntamente com a Fundação AIS, a fazer, por todo o mundo, uma obra de misericórdia.” 
PAPA FRANCISCO

© 2022 Fundação AIS | Todos os direitos reservados.