MIANMAR: Soldados ocupam e profanam duas igrejas convertendo-as em aquartelamentos militares

MIANMAR: Soldados ocupam e profanam duas igrejas convertendo-as em aquartelamentos militares

NOTÍCIAS

MIANMAR: Soldados ocupam e profanam duas igrejas convertendo-as em aquartelamentos militares

Terça-feira · 14 Setembro, 2021

Soldados do exército apreenderam e transformaram duas igrejas cristãs em aquartelamentos militares. Em causa está uma igreja católica, de São João, e um templo baptista, situados na localidade de Chat, município de Mindat, a oeste do país.

Segundo o Padre John Aung, a ocupação aconteceu no último dia de Agosto. Em declarações à agência Fides, o sacerdote manifestou a sua revolta dizendo que a atitude dos militares “é execrável”. “Eles requisitaram a igreja para seu uso. Abriram o tabernáculo, pegaram nas hóstias consagradas e atiraram-nas para o chão, pisando-as.”

O relato continua com o padre a explicar que os soldados “destruíram todos os armários”, revelando uma atitude inaceitável. “O exército deve saber respeitar os edifícios religiosos e não deve tocar em nada dentro das igrejas. Condenamos esta agressão e a violência gratuita e a profanação da nossa igreja, com a flagrante violação da liberdade de culto”, acrescentou ainda o padre John Aung.

MIANMAR: Soldados ocupam e profanam duas igrejas convertendo-as em aquartelamentos militares
Soldados do exército apreenderam e transformaram duas igrejas cristãs em aquartelamentos militares.

A aldeia onde está situada a igreja é relativamente pequena, apenas possui cerca de 70 habitações. No entanto, 42 destas casas pertencem a famílias católicas. A paróquia inclui ainda outras vinte aldeias. Segundo a agência Fides, quando os militares chegaram tiveram de enfrentar elementos das forças locais de resistência. O padre fugiu para a floresta com os aldeões.

A situação em Mianmar tem vindo a agravar-se desde que a 1 de Fevereiro deste ano os militares deram início a um golpe de Estado. Em Abril, o presidente executivo internacional da Fundação AIS lançava um apelo para o fim da escalada da violência no país. Em Julho, segundo dados divulgados pelas Nações Unidas, já teriam morrido mais de 880 pessoas.

A comunidade cristã é muito pequena em Mianmar, correspondendo apenas a cerca de 8% da população total. Trata-se de um país maioritariamente budista e que também é conhecido como Birmânia. A Fundação AIS apoia a Igreja local financiando a formação de sacerdotes e religiosas, bem como as actividades de catequese para os fiéis, além de projectos relacionados com a construção e renovação de igrejas, capelas, casas paroquiais e conventos, bem como centros comunitários.

PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

PARTILHAR ESTE ARTIGO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Relatório da Liberdade Religiosa

O relatório da Fundação AIS analisa a situação da liberdade religiosa em 196 países. É um dos quatro relatórios sobre a situação da liberdade religiosa a nível mundial, sendo o único relatório não governamental na Europa que tem em conta a doutrina social católica.

196 PAÍSES

918 125 574

Multibanco

IBAN PT50 0269 0109 0020 0029 1608 8

Papa Francisco

“Convido-vos a todos, juntamente com a Fundação AIS, a fazer, por todo o mundo, uma obra de misericórdia.” 
PAPA FRANCISCO

© 2022 Fundação AIS | Todos os direitos reservados.