Nossa Senhora das Dores

ORAR

Devoção às Sete Dores de Nossa Senhora

Nossa Senhora das Dores

Origens

A devoção a Nossa Senhora das Dores tornou-se comum na Igreja por volta do século XIV. Foi revelado a Santa Brígida da Suécia (1303-1373) que a devoção às Sete Dores da Santíssima Virgem Maria traria grandes graças a quem rezar as orações. A devoção consiste em rezar sete Ave-Marias, meditando nas Sete Dores de Maria.

Maria, de uma forma única, sofreu voluntariamente ao lado do seu Divino Filho quando este deu a vida para salvar o mundo, e sentiu a amargura da sua Paixão como só uma mãe pode sentir. Esta devoção é especialmente recordada durante o mês de Setembro, Mês de Nossa Senhora das Dores (cuja festa se celebra a 15 de Setembro), e durante o tempo da Quaresma.

Assim, somos convidados a meditar estes episódios mais importantes que os evangelhos nos apresentam sobre a participação de Maria na Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus.

+ Pelo sinal da Santa Cruz

+ Livre-nos Deus Nosso Senhor

+ Dos nossos inimigos.

Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ámen.

ORAÇÃO INICIAL

Virgem Dolorosíssima, seríamos ingratos se não nos esforçássemos por promover a memória e o culto das vossas Dores. O Vosso Divino Filho tem vinculado à devoção das vossas Dores graças particulares para uma sincera penitência, oportunos auxílios e socorros em todas as necessidades e perigos. Alcançai-nos, Senhora, de vosso Divino Filho, pelos méritos das vossas Dores e Lágrimas a graça [pedir a graça].

PRIMEIRA DOR

Pela dor que sofrestes ao ouvir a profecia de Simeão, de que uma espada de dor trespassaria o vosso coração, Mãe de Deus, ouvi a nossa prece.

(Ave Maria…)

SEGUNDA DOR

Pela dor que sofrestes quando fugistes para o Egípto, apertando ao peito virginal o Menino Jesus, para o salvar da fúria do ímpio Herodes, Virgem Imaculada ouvi a nossa prece.

(Ave Maria…)

TERCEIRA DOR

Pela dor que sofrestes com a perda do Menino Jesus por três dias, Santíssima Senhora, ouvi a nossa prece.
(Ave Maria…)

QUARTA DOR

Pela dor que sofrestes quando vistes o querido Jesus com a cruz ao ombro, a caminho do Calvário, Virgem Mãe das Dores, ouvi a nossa Prece.

(Ave Maria…)

QUINTA DOR

Pela dor que sofrestes quando assististes à morte de Jesus, crucificado entre dois ladrões, Mãe da Divina Graça, ouvi a nossa prece.

(Ave Maria…)

SEXTA DOR

Pela dor que sofrestes quando recebestes em Vossos braços o corpo inanimado de Jesus, descido da Cruz, Mãe dos Pecadores, ouvi a nossa prece.

(Ave Maria…)

SÉTIMA DOR

Pela dor que sofrestes quando o corpo de Jesus foi depositado no sepulcro, ficando Vós na mais triste solidão, Senhora de Todos os Povos, ouvi a nossa prece.

(Ave Maria…)

ORAÇÃO FINAL

Dai-nos, Senhora, a graça de compreender o oceano de angústias que fizeram de Vós a “Mãe das Dores”, para que possamos participar do Vosso sofrimento e Vos consolemos pelo nosso amor e pela nossa fidelidade. Choramos convosco, ó Rainha dos Mártires, na esperança de ter a felicidade de um dia nos alegrarmos convosco no céu.
Ámen.

CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA

Ó Santa Mãe Dolorosa de Deus, ó Virgem Dulcíssima, eu Vos ofereço o meu coração afim de que o conserveis intacto como o Vosso Coração Imaculado. Eu Vos ofereço a minha inteligência, para que ela conceba apenas pensamentos de paz e de bondade, de pureza e verdade. Eu Vos ofereço a minha vontade, para que ela se mantenha viva e generosa ao serviço de Deus. Eu vos ofereço o meu trabalho, as minhas dores, os meus sofrimentos, as minhas angústias, as minhas tribulações e as minhas lágrimas, no meu presente e no meu futuro, para serem apresentadas por Vós ao Vosso Divino Filho, para purificação da minha vida.

Mãe Compassiva, eu me refugio no Vosso Coração Imaculado, para acalmar as dolorosas palpitações das minhas tentações, da minha aridez, da minha indiferença e das minhas negligências. Escutai-me ó Mãe, guiai-me, sustentai-me e defendei-me, contra todos os perigos da alma e do corpo, agora e por toda a eternidade. Assim seja! Ámen.

fatima sidebar crop

Acenda uma vela

A CAPELA VIRTUAL da Fundação AIS, dedicada a Nossa Senhora de Fátima, é um lugar de oração.

Um lugar para apresentar as suas intenções a Deus através de Nossa Senhora, nossa Mãe.

Convidamos todos a rezar e a acender uma vela pelos Cristãos perseguidos, ou por uma intenção pessoal.

918 125 574

Multibanco

IBAN PT50 0269 0109 0020 0029 1608 8

Papa Francisco

“Convido-vos a todos, juntamente com a Fundação AIS, a fazer, por todo o mundo, uma obra de misericórdia.” 
PAPA FRANCISCO

© 2022 Fundação AIS | Todos os direitos reservados.