RÚSSIA: Uma estação de rádio contrabandeada pela Ajuda à Igreja que Sofre faz história

RÚSSIA: Uma estação de rádio contrabandeada pela Ajuda à Igreja que Sofre faz história

NOTÍCIAS

RÚSSIA: Uma estação de rádio contrabandeada pela Ajuda à Igreja que Sofre faz história

Quarta-feira · 18 Agosto, 2021

O dia 19 de Agosto marca o 30º aniversário do golpe realizado pelos militares e as elites comunistas soviéticas.

As imagens deram volta ao mundo: os tanques invadiram o centro de Moscovo e posicionaram-se em frente do edifício do Parlamento. A agência de notícias soviética TASS informou que o presidente da União Soviética, Mikhail Gorbatchov, tinha sido dispensado do seu cargo devido a uma doença e um autoproclamado Comité Estadual declarou o estado de emergência. O golpe de Estado contra Gorbatchov foi numa segunda-feira, dia 19 de Agosto de 1991.

Este acontecimento marcou o início do fim da carreira política de Gorbatchov mas a carreira de outra pessoa estava apenas a começar: Boris Yeltsin, na época presidente da República Socialista Federativa Soviética da Rússia que se tornou o porta-voz e líder da resistência contra os comunistas da linha mais dura que tinham encenado o golpe, porque o desejo de reforma e democracia era mais forte no meio do povo. Yeltsin tornou-se cada vez mais influente.

RÚSSIA: Uma estação de rádio contrabandeada pela Ajuda à Igreja que Sofre faz história
As imagens deram volta ao mundo.

Descobre-se uma rádio

Na memória fica a imagem de Boris Yeltsin que sobe para cima de um tanque posicionado diante do edifício do Parlamento para se dirigir ao povo. Sem microfone. Depois daquele discurso regressou ao Parlamento e disse aos deputados: “O que mais precisava agora era de uma rádio”. Yeltsin queria chegar ao maior número possível de pessoas e precisava rapidamente de um “altifalante” para o movimento democrático. No entanto, os meios de comunicação estavam todos nas mãos dos militares e da linha dura comunista.

Foi nesse momento que os bons contactos que a organização católica internacional Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) tinha estabelecido na União Soviética durante a Guerra Fria deram uma vantagem decisiva aos opositores do golpe. Perante o espanto de todos, o deputado russo Viktor Aksiutsjik anunciou que tinha o equipamento necessário para instalar uma rádio. O parlamentar era membro da direcção da estação Radio Blagovest – em português “Rádio Boa Nova”. Desde há algum tempo havia planos para o estabelecimento de uma emissora conjunta para as Igrejas Católica e Ortodoxa na União Soviética, com o apoio da ACN e de uma fundação holandesa, mas o Ministério das Comunicações soviético recusou-se a conceder uma licença de transmissão.

No entanto, as partes interessadas não desistiram dos seus planos de estabelecer uma estação de rádio cristã em solo russo. Em Agosto de 1991, o equipamento técnico necessário já estava em Moscovo. Durante um grande período, os colaboradores e parceiros de projectos da AIS contrabandearam o equipamento de transmissão, um componente de cada vez, por barco, até São Petersburgo e depois para Moscovo, onde as peças voltaram a ser remontadas. O transmissor estava pronto em Moscovo e só precisava de ser retirado de um armazém.

A rádio entra no Parlamento disfarçado de alface e tomate

Um camião da cantina do Parlamento foi enviado ao armazém para carregar e transportar o transmissor. Para garantir que a linha dura comunista não descobriria o equipamento de transmissão, foi escondido entre as alfaces, tomates e outros alimentos. Assim que o mensageiro regressou, os engenheiros instalaram o transmissor no edifício do Parlamento e a Força Aérea forneceu acesso a uma antena.

Graças à AIS, Boris Yeltsin tinha agora o “altifalante” de que precisava para apelar ao povo e pedir que se opusesse ao golpe comunista. O seu apelo foi ouvido pelos habitantes de Moscovo e milhares de pessoas reuniram-se pacificamente nas ruas da capital, inclusive até algumas unidades militares passaram-se para o lado de Yeltsin. O golpe acabou na noite de 21 de Agosto e Boris Yeltsin foi rápido em expressar o seu agradecimento, concedendo à estação católica e ortodoxa conjunta Radio Blagovest uma licença de transmissão em Setembro de 1991. A estação continua no activo ainda hoje.

Os meios de comunicação modernos são cada vez mais importantes, não apenas para o anúncio do Evangelho, mas também para a realização do trabalho social da Igreja universal. Desde o início dos anos sessenta, a Fundação AIS tem ajudado a financiar estações de rádio e televisão, produções audiovisuais e a criação de agências de notícias religiosas, e fornecendo equipamentos técnicos. Especialmente na Ásia, Europa do Leste e América Latina, as estações de rádio desempenham um papel importante na formação da opinião pública sobre questões políticas. Nos países onde os líderes políticos censuram os meios de comunicação social ou estes são controlados por estruturas económicas pouco transparentes, as emissoras da Igreja costumam ser cruciais para a preservação da democracia e da liberdade.

Volker Niggewöhner | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

PARTILHAR ESTE ARTIGO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Relatório da Liberdade Religiosa

O relatório da Fundação AIS analisa a situação da liberdade religiosa em 196 países. É um dos quatro relatórios sobre a situação da liberdade religiosa a nível mundial, sendo o único relatório não governamental na Europa que tem em conta a doutrina social católica.

196 PAÍSES

918 125 574

Multibanco

IBAN PT50 0269 0109 0020 0029 1608 8

Papa Francisco

“Convido-vos a todos, juntamente com a Fundação AIS, a fazer, por todo o mundo, uma obra de misericórdia.” 
PAPA FRANCISCO

© 2022 Fundação AIS | Todos os direitos reservados.