BURQUINA FASO: Diocese de Dori “corre risco de ficar isolada” após ataques terroristas, denuncia D. Laurent Dabiré

BURQUINA FASO: Diocese de Dori “corre risco de ficar isolada” após ataques terroristas, denuncia D. Laurent Dabiré

NOTÍCIAS

BURQUINA FASO: Diocese de Dori “corre risco de ficar isolada” após ataques terroristas, denuncia D. Laurent Dabiré

Quarta-feira · 10 Novembro, 2021

Estão a aumentar de intensidade os ataques por grupos terroristas no Burquina Faso, em especial na região norte do país e isso está a provocar a fuga das populações. Na última semana de Outubro, segundo dados recolhidos pela Fundação AIS, 147 pessoas, incluindo oito mulheres grávidas e 19 crianças com menos de cinco anos, tiveram de fugir das suas aldeias situadas na região fronteiriça com o Níger.

D. Laurent Birfuoré Dabiré, Bispo de Dori , confirmou à Fundação AIS que o país está debaixo de ataques constantes por parte de grupos terroristas, havendo relatos de “ataques, sequestros e homicídios” em todo o lado. “Os terroristas sequestram pessoas, executam algumas, e libertam outras”, diz ainda o prelado.

Não são apenas as populações o alvo dos ataques. Segundo o Bispo de Dori, também as forças de segurança e defesa estão na mira dos terroristas. E no caso da cidade de Dori, diz o prelado, há o risco sério de ficar mesmo isolada. “Entre Dori e Ouagadougou, os terroristas obrigaram, no passado domingo, 31 de Outubro, os autocarros a inverter a marcha, anunciando que a estrada estava bloqueada”, explicou à Fundação AIS.

BURQUINA FASO: Diocese de Dori “corre risco de ficar isolada” após ataques terroristas, denuncia D. Laurent Dabiré
Estão a aumentar de intensidade os ataques por grupos terroristas no Burquina Faso.

Apesar de as forças do exército terem enviado reforços para aquela zona, as populações estão com medo. “Os terroristas podem voltar a qualquer momento”, explica D. Laurent, adiantando que “Dori corre o risco de ficar isolada do resto do país se a situação não melhorar…”

Na mensagem enviada para a Fundação AIS, D. Laurent Dabiré pede as orações de todos pelo Burquina Faso e muito especialmente pela Diocese de Dori, que atravessa uma situação muito delicada face à ameaça terrorista. “Por favor, rezem pela situação triste e dramática da minha diocese. O perigo está a aumentar. Esperamos que aqueles que ainda não conseguiram sair das localidades em perigo o possam fazer em segurança nos próximos dias…”, diz o prelado.

A Diocese de Dori tem sido apoiada pela Fundação AIS ao longo dos últimos anos, particularmente desde 2016. Neste período, foram desenvolvidos cerca de três dezenas de projectos pastorais mas também de ajuda de emergência para sacerdotes, religiosas e famílias de catequistas.

PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

PARTILHAR ESTE ARTIGO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Relatório da Liberdade Religiosa

O relatório da Fundação AIS analisa a situação da liberdade religiosa em 196 países. É um dos quatro relatórios sobre a situação da liberdade religiosa a nível mundial, sendo o único relatório não governamental na Europa que tem em conta a doutrina social católica.

196 PAÍSES

918 125 574

Multibanco

IBAN PT50 0269 0109 0020 0029 1608 8

Papa Francisco

“Convido-vos a todos, juntamente com a Fundação AIS, a fazer, por todo o mundo, uma obra de misericórdia.” 
PAPA FRANCISCO

© 2022 Fundação AIS | Todos os direitos reservados.