Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Projectos

BOLÍVIA: Auxílio a seis irmãs religiosas nas paróquias pobres dos Andes

Apoiar Projecto
25 outubro 2020
BOLÍVIA:  Auxílio a seis irmãs religiosas nas paróquias pobres dos Andes

Auxílio a seis irmãs religiosas nas paróquias pobres dos Andes 

Elas viajam para lugares que um padre raramente visita. Nas regiões mais pobres, remotas e inacessíveis, as Irmãs Missionárias de Jesus Palavra e Vítima (Misioneras de Jesus Verbo y Victima) ministram o povo na sua pobreza e abandono e trazem-lhes esperança. A congregação foi fundada em 1961, no Peru, e está hoje presente em pelo menos sete países da América Latina.

Na arquidiocese de Sucre, na Bolívia, há seis destas irmãs a viver e a trabalhar em três paróquias dos Andes. Imediatamente reconhecíveis pelos seus hábitos azuis, vêm de vários países – uma da Argentina e as outras cinco do Peru. Os trilhos da montanha são longos e difíceis, há cobras venenosas e as irmãs têm de ultrapassar encostas íngremes e rochosas e, por vezes, até mesmo percorrer riachos que se transformaram em torrentes apressadas como resultado das chuvas torrenciais. E antes disso, as irmãs tiveram primeiro de aprender a língua local Quechua, que é amplamente falada pela população indígena. "Foi difícil!", recorda a irmã Maria Augusta, que trabalha como missionária há 37 anos.



Ela fala-nos do seu trabalho. "Às vezes viajamos 12 a 14 horas sobre mulas ou sobre duas rodas, para visitar o nosso povo, que tem sede de Deus. Quando chegamos, estamos exaustas, mas recolhidos em espírito. As pessoas estão à espera das suas 'pastoras', diz-nos ela.

As irmãs rezam com o povo, cuidam dos doentes e confortam os moribundos nos seus últimos momentos, trazem às pessoas a Santa Comunhão, baptizam as crianças, realizam funerais e liturgias da Palavra e dão instrução catequética. Elas obtém força para o seu serviço incansável, nestas condições imensamente difíceis, na oração da vida contemplativa. E, ao mesmo tempo, elas trazem também às pessoas uma verdadeira ajuda práctica nos seus cuidados e necessidades concretas da vida quotidiana. Como não há médicos disponíveis, as irmãs fornecem todos os cuidados médicos e conselhos de que são capazes..

No entanto, estas irmãs estão completamente dependentes da ajuda externa. Propomos apoiá-las com uma contribuição de 3.600 Euros para o próximo ano. Gostaria de ajudar estas irmãs?


Apoie este projecto

O seu donativo irá apoiar este ou outro projecto semelhante.

Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Consignação Fiscal

Junte-se a esta causa

Doe 0,5% do seu IRS à Fundação AIS

Histórias de Sucesso



O vosso amor ...

Migalhas dadas com muito amor

"Agradecimento ao Senhor pelo amor que nos tem, pela fé e pela comunhão que existe entre os homens que sentem e vivem o sofrimento dos outros. As notícias que a Fundação AIS nos dá todos os meses, fazem-nos estremecer. O filme que nos é apresentado inquieta-nos, ajuda-nos a descobrir Jesus Cristo no outro, e como ele sofre, não tem pão, está doente, marginalizado, comercializado, transacionado como se fosse um objeto. O grupo dos amigos da AIS de Ribeira dos Frades envia mais um cheque que vai junto com as nossas orações, são migalhas dadas com muito amor. Pedimos ao Senhor da Messe que vos ilumine, que envie o seu Espírito sobre a AIS, seus dirigentes e benfeitores, e a todos os homens de boa vontade."

Um grupo de benfeitores de Portugal
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais