Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Histórias de Sucesso

ARGENTINA: ajuda para o apoio e formação de 20 religiosas

Apoiar Projecto
12 julho 2021
ARGENTINA: ajuda para o apoio e formação de 20 religiosas
Com uma área de pouco 2,8 milhões de km², a Argentina é o oitavo maior país do mundo. Mas o país natal do Papa Francisco atravessa hoje uma grave crise económica. A pobreza está a aumentar e, mesmo em 2019, cerca de 40% dos 44 milhões de habitantes do país já estavam classificados como "pobres". A pandemia agravou ainda mais os problemas. A Argentina foi duramente atingida: na última semana de Maio de 2020 foram registadas 13,5 milhões de infecções e mais de 74 mil mortes como resultado da Covid-19. Desde o dia 22 de Maio que o país está mais uma vez em confinamento, uma vez que a situação voltou a intensificar-se drasticamente. Todos os dias há 30 mil novas infecções e mais de 500 mortes.

A crise também atingiu muito duramente a Igreja. No ano passado, a congregação das Irmãs Missionárias de Jesus Palavra e Vítima (Misioneras de Jesús Verbo y Víctima), relatou que a sua situação é "muito, muito difícil". Devido à situação da Covid, nem sequer podiam aceitar as jovens que esperavam para se juntar à sua comunidade, e também tiveram de obter autorização especial somente para viajar de um departamento para outro. E a sua comunidade também enfrenta verdadeiras dificuldades financeiras.

A congregação foi fundada em 1961 no Peru, e o seu carisma consiste especialmente em dar assistência em regiões remotas e inacessíveis, onde há escassez de padres. Dedicam-se à pastoral e ao cuidado social dos mais pobres e marginalizados. Até hoje, a congregação tem mais de 400 irmãs, as quais trabalham em vários países da América Latina. O seu trabalho leva-as em longas viagens de carro da sua missão por estradas irregulares e não pavimentadas, ou às vezes viajam mesmo a pé, de mula ou de barco, para chegar a aldeias remotas ou fazendas, muitas vezes com apenas meia dúzia de famílias. Às vezes diz-se das irmãs que a sua missão só começa onde terminam as estradas asfaltadas.

Actualmente, a congregação tem 20 irmãs na Argentina, algumas das quais ainda estão a completar a sua formação. Uma delas é a Irmã Maria Augustina. Tem 24 anos e já fez os seus votos temporários. Ela escreve: "Agradeço a Deus por me ter permitido ser membro desta congregação, e rezo todos os dias pela graça de ser fiel até ao fim da minha vida. É óbvio que, como em todos os casamentos, haverá cruzes a suportar e provações a superar, mas é nesses momentos que podemos realmente demonstrar o nosso amor pelo nosso Noivo crucificado e Deus. Hoje, nestes tempos, a Igreja precisa de nós mais do que nunca, pois os homens afastaram-se de Deus e a Igreja é atacada tão brutalmente."

E continua: "Confiando na palavra do Senhor: 'Sê verdadeiro até à morte, e eu te darei a coroa da vida', abandono-me inteiramente nas Suas mãos divinas, até àquele momento em que Ele me chamar para as núpcias eternas."


Graças à ajuda dos nossos generosos benfeitores, conseguimos dar 10.900 € para o apoio das irmãs da congregação na Argentina, em parte para a formação das mais novas e, em parte, para o apoio de todos os 20 membros da congregação. Elas agradecem sinceramente e prometem rezar por todos os nossos generosos benfeitores!


Apoie este projecto

O seu donativo irá apoiar este ou outro projecto semelhante.

Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Consignação Fiscal

Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais