Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Orações e Novenas

Novena ao Sagrado Coração de Jesus

Apoiar Campanha
16 junho 2022
A Fundação AIS convida todos os portugueses a unirem-se à devoção ao Sagrado Coração de Jesus.

Novena ao Sagrado Coração de Jesus




COMO COMEÇOU ESTA DEVOÇÃO


Estava Santa Margarida Maria Alacoque a rezar diante do Santíssimo Sacramento, a 16 de Junho de 1675, quando Nosso Senhor lhe aparece e, apontando para o Seu próprio Coração, diz:

“Eis aqui o Coração que tanto amou os homens, que não poupou nada até esgotar-se e consumir-se, para testemunhar-lhes o seu amor; e, por reconhecimento, não recebe da maior parte deles senão ingratidões, por suas irreverências, sacrilégios e pelas indiferenças e desprezos que têm por Mim no Sacramento do amor. Mas o que Me é ainda mais penoso é que corações que Me são consagrados agem assim. Por isso, Eu te peço que a primeira sexta-feira depois da oitava do Santíssimo Sacramento seja dedicada a uma festa especial para honrar o Meu Coração, comungando-se neste dia e fazendo-Lhe um acto de reparação, em satisfação das ofensas recebidas durante o tempo que estive exposto nos altares. Eu te prometo também que o Meu Coração se dilatará para distribuir com abundância as influências de seu divino amor sobre aqueles que Lhe prestem culto e que procurem que Lhe seja prestado.”

Das imagens do Coração de Jesus, a mais expressiva é a que O representa com o Coração nas mãos, oferecendo-o e como que convidando o observador a oferecer-Lhe também o seu, numa misteriosa proposta de “troca dos corações”. O coração que a mão esquerda sustenta e oferece está ferido, atingido pela lança do soldado na Sexta-Feira Santa, do qual saiu sangue e água, sinais da Igreja e dos Sacramentos, que têm a sua origem no Coração do Redentor. A ferida visível permite contemplar a ferida invisível do amor, agora plenamente revelado.

O sentido da reparação ao Coração de Jesus é a gratuidade da adoração e da presença, para estar simplesmente com Ele, dar-Lhe a alegria de se deixar ver por Ele. Por isso, deve permanecer algum tempo em silêncio, contemplando uma imagem do Coração de Jesus, deixando-se envolver pelo Seu olhar.



1º Dia | ECCE VENIO - EIS-ME AQUI...


Invitatório:
Nas palavras “Eis-me aqui, Eu venho (Heb 10,7). Eis a Serva do Senhor (Lc 1,38)” encontra-se a vocação das almas votadas ao Sagrado Coração, com o seu fim, os seus deveres, as suas promessas (L. Dehon).

Palavra de Deus (Heb 10,5-7.10): Ao entrar no mundo, Cristo diz: “Não quiseste sacrifício nem oblação, mas preparaste-Me um corpo. Então Eu disse: Eis que venho, como está escrito de Mim no Livro, para fazer, ó Deus, a Tua vontade.” Em virtude desta vontade, é que nós somos santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez para sempre.

Oblação: Ó Pai, que Te alegraste com a oblação do Teu Filho, aceita a oferta da nossa vida, para que se torne memorial da Sua Encarnação. Porque quiseste que o Teu Filho unigénito vivesse e reinasse no Coração da Virgem Maria, continua
agora, em nós, a Sua Encarnação, para que o nosso coração, visitado pela força do Espírito, se torne morada permanente de Jesus. Tu que nos dás a alegria de reviver os mistérios do Teu Filho, ajuda-nos a participar no Seu Ecce Venio para sermos testemunhas do amor e servidores da reconciliação na Igreja e no mundo. Ámen.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais

R/ Fazei que eu Vos ame cada vez mais.

V/ Doce Coração de Maria

R/ Sede a minha salvação.


2º Dia | VENHA O TEU REINO


Invitatório:
O reino do Coração de Jesus na sociedade é o reino da justiça, da caridade, da piedade pelos pequenos, pelos humildes e por aqueles que sofrem. Favorecei todas as instituições que devem contribuir para o reino da justiça social e impedir a opressão dos fracos pelos poderosos (L. Dehon).

Palavra de Deus (Rm 14,17.19): O Reino de Deus não consiste em comer e beber, mas em justiça, paz e alegria no Espírito Santo. Procuremos o que interessa à paz e à mútua edificação.

Oblação: Pai Santo, nós Te damos graças, porque a nossa consagração baptismal, unida à oblação de Cristo, é já por
si mesma apostolado. Em comunhão com o Teu Filho Jesus, queremos oferecer-Te a nossa solidariedade, afectiva e
efectiva, em favor de todos os nossos irmãos, particularmente dos mais desfavorecidos. Sabemos que a causa mais profunda dos males da sociedade está na recusa do amor de Cristo. Possuídos por esse amor, queremos corresponder-Lhe com uma íntima união ao Seu Coração e com a instauração do Seu reino nas almas e na sociedade. Ámen.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais

R/ Fazei que eu Vos ame cada vez mais.

V/ Doce Coração de Maria

R/ Sede a minha salvação.


3º Dia | CONTEMPLARÃO AQUELE QUE TRASPASSARAM


Invitatório:
É do Coração de Cristo aberto na Cruz que nasce o homem de coração novo... O Coração de Jesus no tabernáculo é o coração da Sua humanidade ressuscitada e glorificada. E a Sua vida transborda na Sua Igreja, nos Seus apóstolos, nos fiéis, suscitando em toda a parte o zelo e a virtude (L. Dehon).

Palavra de Deus (Zc 12,10): Derramarei sobre a casa de David e sobre os habitantes de Jerusalém um espírito de graça e de oração, e eles voltarão os seus olhos para Mim. Quanto àquele que traspassaram, chorá-lo-ão como se chora um filho único; chorá-lo-ão como se chora um primogénito.

Oblação: Senhor Jesus Cristo, dá-nos a graça de compreender que a nossa cooperação na obra da redenção, além de se chamar apostolado, mais cedo ou mais tarde também se há-de chamar sofrimento, solidão e noite escura, imolação e morte. Dá-nos o Teu Espírito Santo para que a nossa vida, também nessas circunstâncias, continue a ser reparadora na oferta, na paciência e no abandono, na disponibilidade e na imolação, em comunhão com a Tua paixão e morte redentoras, em favor dos irmãos. Contemplando o Teu Coração aberto, sentimo-nos animados a percorrer o caminho, onde sabemos que nos precedeste, para nossa salvação e redenção do mundo. Ámen.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais

R/ Fazei que eu Vos ame cada vez mais.

V/ Doce Coração de Maria

R/ Sede a minha salvação.


4º Dia | UM REINO DE SACERDOTES


Invitatório: Jesus quer corações generosos: a magnanimidade no sacrifício e no amor. Nada é pequeno no sacrifício.
Não recusemos nada a Nosso Senhor, dilatemos os nossos corações, nunca serão demasiado grandes para Ele (L. Dehon).

Palavra de Deus (1 Pe 2,5.9-10): E vós mesmos, como pedras vivas, entrai na construção dum edifício espiritual, por meio dum sacerdócio santo, cujo fim é oferecer sacrifícios espirituais que serão agradáveis a Deus, por Jesus Cristo. Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo adquirido, a fim de anunciardes as virtudes d’Aquele que vos chamou das trevas para a Sua luz admirável, vós, que outrora não éreis o Seu povo, mas que agora sois o povo de Deus; vós, que antes não tínheis alcançado misericórdia e agora a alcançastes.

Oblação: Pai santo, do Lado aberto do Teu Filho, na Cruz, fizeste brotar sangue e água, símbolos do Baptismo e da
Eucaristia. Dá-nos a graça de vivermos a nossa vocação sacerdotal que tem a sua origem no Baptismo, de modo
que, pelo Teu Espírito Santo, façamos da nossa vida uma Eucaristia permanente em união com Jesus Cristo, sumo
e eterno sacerdote. Que a nossa vida se torne oblação, para louvor da Tua glória e benefício dos nossos irmãos. Ámen.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais

R/ Fazei que eu Vos ame cada vez mais.

V/ Doce Coração de Maria

R/ Sede a minha salvação.


5º Dia | VINDE A MIM VÓS QUE TENDES SEDE...


Invitatório: A caridade do Coração de Jesus tornou-se piedade profunda face às grandes misérias da humanidade. Ele manifesta a Sua piedade em cada página do Evangelho. Ele age, consola, assiste, cura. Ele quer que vós façais o mesmo (L. Dehon).

Palavra de Deus (Jo 7,37-39): No último dia, o mais solene da festa, disse Jesus em voz alta: “Se alguém tem sede venha a Mim e beba! Do seio daquele que acredita em Mim correrão rios de água viva, como diz a Escritura”. Jesus falava do Espírito, que deviam receber os que n’Ele acreditassem; pois o Espírito ainda não viera, por Jesus não ter sido ainda glorificado.

Oblação: Nós Te contemplamos, Jesus de Coração traspassado, que, animado pelo Espírito, Te ofereceste ao Pai. Do Teu Lado aberto brotou a água viva e o sangue da nossa redenção. A Tua gloriosa chaga nos curou e a Tua amorosa vontade nos santificou. Dá-nos a graça de tomarmos parte na Redenção pela oferta da nossa vida. Com a nossa oblação, aceita os sofrimentos e as esperanças do mundo. Ó bom Pastor, que deste a vida por nós, queremos seguir-Te e participar no Teu amor solidário, para que a salvação chegue a todos os homens. Ámen.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais
R/ Fazei que eu Vos ame cada vez mais.
V/ Doce Coração de Maria
R/ Sede a minha salvação.


6º Dia | SERVIDORES DO REINO


Invitatório: É preciso agir! Estudemos, espalhemos a verdade, organizemo-nos. Se queremos que Cristo reine, é preciso que ninguém nos ultrapasse no amor do povo (L. Dehon).

Palavra de Deus (Rm 12,1): Irmãos, exorto-vos pela misericórdia de Deus, a que ofereçais os vossos corpos como sacrifício vivo e santo, agradável a Deus. Seja este o vosso culto espiritual.

Oblação: Pai de misericórdia, que pelo Baptismo nos uniste à morte e à ressurreição de Cristo e nos chamaste a partilhar o Seu amor salvífico, por meio de uma vida de oblação, dá-nos a graça de cooperar na acção reparadora que o Teu Espírito suscita na Igreja. Transforma-nos em Cristo, servo dos homens, e dá-nos um coração semelhante ao d’Ele: tornanos disponíveis para anunciar a Tua misericórdia. Que a Tua Palavra sustente a nossa fé, até ao dia em que, com todos os nossos irmãos, vivamos conTigo na glória eterna. Ámen.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais

R/
Fazei que eu Vos ame cada vez mais.

V/
Doce Coração de Maria

R/
Sede a minha salvação.


7º Dia | APRENDEI DE MIM...


Invitatório: É pelo coração que os homens se dão. É pelo coração que se conduzem. Em Nosso Senhor, é o Seu Coração que foi o inspirador de todos os sacrifícios que fez pelos Seus irmãos. O que se faz sem o coração não pode atingir o Coração de Jesus (L. Dehon).

Palavra de Deus (Mt 11,28-30): Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e aliviar-vos-ei. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração, e achareis alívio para as vossas almas, pois o Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve.

Oblação: Pai, nós Te damos graças pelos grandes sinais de amor que nos dás na vida do Teu Filho Jesus. Por amor, Ele
habitou entre nós, pregou o Evangelho aos pobres, curou as enfermidades do corpo e do espírito, sentou-Se à mesa com os pecadores. Torna-nos sensíveis aos sofrimentos dos irmãos e disponíveis para os socorrermos. Que a contemplação do Seu Lado aberto seja para nós uma fonte de solidariedade. Oferecemos-Te a nossa reparação que se torna operante na caridade fraterna e no anúncio do Evangelho; acolhe o nosso sacrifício espiritual e une-o à oblação eucarística de Cristo. Ámen.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais
R/ Fazei que eu Vos ame cada vez mais.
V/ Doce Coração de Maria
R/ Sede a minha salvação.


8º Dia | SANTIFICADOS PELA CRUZ DE CRISTO


Invitatório: A Paixão é a obra capital do amor de Cristo. Ele queria sofrer por nós porque nos amava. Este Coração amou-nos até à loucura, até Se esgotar por nós. Deu-nos o Seu Coração, não o retomou (L. Dehon).

Palavra de Deus (cf Heb 13,12-15): Irmãos, para santificar o povo com o Seu próprio Sangue, Jesus sofreu a morte
fora de portas. Saiamos ao Seu encontro e, por meio d’Ele, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de louvor.

Oblação: Nós Te louvamos e bendizemos, Senhor Jesus Cristo, Cordeiro imolado por nosso amor. Do Teu Lado aberto brotou sangue e água, símbolos do Baptismo e da Eucaristia que dão origem e vida à Igreja, e nos permitem aproximar-nos do Pai num só Espírito. Ensina-nos a morrer conTigo, para merecermos ressuscitar também conTigo na glória; ensina-nos a imitar a Tua obediência e humildade salvadoras; ensina-nos a amar-nos uns aos outros com o Teu espírito de caridade e a nos entregarmos generosamente ao apostolado, para que sejam reunidos todos os filhos do Pai, dispersos pelo mundo. Ámen.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais

R/ Fazei que eu Vos ame cada vez mais.

V/ Doce Coração de Maria

R/ Sede a minha salvação.


9º Dia | PERMANECEI EM MIM...


Invitatório: Mãos à obra! Face à angústia actual, para os homens sem fé, sem valentia, sem generosidade, só resta o desencorajamento, o pessimismo. Para os valentes, os corações nobres, os apóstolos, é a acção que se impõe (L. Dehon).

Palavra de Deus (Jo 15,4a.7-8): Permanecei em Mim e Eu permanecerei em vós. Se vós estiverdes em Mim e as Minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e ser-vos-á concedido. Dando vós muito fruto, Meu Pai é glorificado; e assim sereis Meus discípulos.

Oblação: Sagrado Coração de Jesus, dá-nos a graça de vivermos hoje em atitude de oblação, prontos a cumprir tudo o que quiseres de nós, particularmente a caridade, a fidelidade, o amor à cruz e ao sacrifício, e o completo abandono de nós mesmos. Quem nos dera tornar-nos oblação para glória do Pai, no cumprimento da Sua vontade! Queremos esquecer-nos de nós, da nossa satisfação e interesses, oferecendo tudo por puro amor e sacrificando tudo para Te dar a glória e a alegria que tanto desejas. Ámen.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais

R/ Fazei que eu Vos ame cada vez mais.

V/ Doce Coração de Maria

R/ Sede a minha salvação.


SOLENIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Invitatório: Vinde servos de Deus, oferecei os vossos corações, para serem constantemente imolados a Deus no altar do Coração de Jesus.

Palavra de Deus (1 Jo 4,10.16): Nisto consiste o Seu amor: Não fomos nós que amámos a Deus, mas foi Ele que nos amou e enviou o Seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. E nós conhecemos e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele.

Oblação: Pai santo, glorifica o Teu Filho elevado na Cruz, para que Te glorifique também a Ti. Ele tudo realizou em amorosa obediência; agora, que foi erguido da terra, torna-O coração do mundo e glória da criação. Baptiza a nossa humanidade na água e no sangue que brotam do Seu Lado aberto; fere de amor o nosso coração para que, também em nós, se cumpra o mistério da transfixão; aceita a nossa oferta e consuma o nosso sacrifício no serviço do Teu reino e dos irmãos; que jamais se esgote a torrente de amor que jorra do Coração do Teu Filho, e todos os povos possam beber com alegria das fontes da salvação. Ámen.

V/ Jesus, manso e humilde de Coração

R/ Fazei o meu coração semelhante ao Vosso.

V/ Doce Coração de Jesus que tanto nos amais

R/ Fazei que eu Vos ame cada vez mais.

V/ Doce Coração de Maria

R/ Sede a minha salvação.


LADAINHA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.

Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.

Pai Celeste, que sois Deus,
R/ tende piedade de nós.
Filho, Redentor do mundo, que sois Deus...
Espírito Santo, que sois Deus...
Santíssima Trindade, que sois um só Deus...
Coração de Jesus, Filho do Eterno Pai...
Coração de Jesus, formado pelo Espírito Santo no seio da Virgem Maria...
Coração de Jesus, unido consubstancialmente ao Verbo de Deus...
Coração de Jesus, majestade infinita...
Coração de Jesus, templo santo de Deus...
Coração de Jesus, tabernáculo do Altíssimo...
Coração de Jesus, casa de Deus e porta do Céu...
Coração de Jesus, fornalha ardente de caridade...
Coração de Jesus, fonte de justiça e de amor...
Coração de Jesus, cheio de bondade e de amor...
Coração de Jesus, abismo de todas as virtudes...
Coração de Jesus, digno de todo o louvor...
Coração de Jesus, Rei e centro de todos os corações...
Coração de Jesus, no qual estão todos os tesouros
de sabedoria e de ciência...
Coração de Jesus, no qual habita toda a plenitude da divindade...
Coração de Jesus, no qual o Pai Se compraz...
Coração de Jesus, de cuja plenitude todos nós participamos...
Coração de Jesus, desejado desde toda a eternidade...
Coração de Jesus, paciente e misericordioso...
Coração de Jesus, generoso para todos os que Vos invocam...
Coração de Jesus, fonte de vida e santidade...
Coração de Jesus, propiciação pelos nossos pecados...
Coração de Jesus, cumulado de insultos...
Coração de Jesus, saturado de opróbrios...
Coração de Jesus, esmagado de dor por causa dos nossos pecados...
Coração de Jesus, feito obediente até à morte...
Coração de Jesus, traspassado pela lança...
Coração de Jesus, fonte de toda a consolação...
Coração de Jesus, nossa vida e ressurreição...
Coração de Jesus, nossa paz e reconciliação...
Coração de Jesus, vítima pelos pecadores...
Coração de Jesus, salvação dos que esperam em Vós...
Coração de Jesus, esperança dos que morrem em Vós...
Coração de Jesus, alegria de todos os santos...
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo,

R/ perdoai-nos, Senhor.

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo,

R/ ouvi-nos Senhor.

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo,

R/ tende piedade de nós.

V/ Jesus, manso e humilde de coração

R/ Fazei o nosso coração semelhante ao Vosso.

Oremos: Deus Pai, que no Coração do Vosso diletíssimo Filho nos dais a alegria de celebrar as grandes obras do Vosso amor por nós, fazei que, por esta fonte inexaurível, alcancemos a abundância dos Vossos dons. Por Cristo Nosso Senhor. Ámen.



ACTO DE REPARAÇÃO E CONSAGRAÇÃO


Eis o Coração que tanto amou os homens!
Da maior parte deles, recebe só frieza, indiferença, ingratidão!
Senhor Jesus Cristo,
nós cremos no Vosso amor;
queremos estar atentos às suas manifestações
e disponíveis para os seus contínuos convites.
Acolhei e aperfeiçoai
a nossa resposta de adoração,
de reconhecimento e de amor,
unindo-nos sempre mais intimamente
à Vossa oblação e à Vossa obra de reparação.
Fazei, Senhor,
que nós e todos os Vossos fiéis,
animados pela viva fé,
radicados e fundados na caridade,
saibamos compreender e testemunhar
a plenitude do amor
a fim de instaurar
o Vosso reino de justiça, de verdade e de amor
nas almas e na sociedade.

Ámen



Primeiras Sextas-Feiras

Esta devoção consiste em receber a Sagrada Comunhão em nove meses consecutivos nas primeiras Sextas-Feiras de cada mês em honra e reparação ao Sagrado Coração de Jesus.

Esta prática nasceu de aparições privadas de Cristo a Santa Margarida Maria Alacoque, por meio das quais se pode ganhar a graça do arrependimento e a graça de receber os Sacramentos à hora da morte.


Devoção dos Primeiros Sábados

A prática dos Cinco Primeiros Sábados é um acto de reparação ao Coração Imaculado de Maria. Esta devoção nasceu a pedido do Menino Jesus e de Nossa Senhora de Fátima à Irmã Lúcia, e tem como finalidade reparar o Imaculado Coração de Maria e oferecer, como promessa a quem a praticar, alcançar o Céu.

No primeiro sábado de cada mês devemos rezar o Terço Mariano e fazer 15 minutos de companhia a Nossa Senhora, meditando os 15 mistérios do Rosário.

Para completar esses actos reparadores, são necessárias a confissão e a comunhão. Na impossibilidade de confessar-se no primeiro sábado, a confissão poderá ser feita oito dias antes ou oito dias depois do primeiro sábado.

Todas essas práticas devem ser realizadas com a intenção de reparar o Imaculado Coração de Maria.




Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

UCRÂNIA: "Obrigado benfeitores da AIS!"

Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais