Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Notícias

TERRA SANTA: Bispos alertam para “a ameaça extrema” que os cristãos enfrentam na região

12 janeiro 2022
TERRA SANTA: Bispos alertam para “a ameaça extrema” que os cristãos enfrentam na região
A presença cristã na Terra Santa está ameaçada “por uma tentativa sistemática” com origem em grupos radicais que procuram a sua expulsão da região. A denúncia é da responsabilidade dos Patriarcas e chefes das igrejas locais.

Do documento, publicado em Dezembro e enviado para a Fundação AIS, pode ler-se que, “em toda a Terra Santa, os Cristãos tornaram-se alvo de ataques frequentes e sustentados por grupos radicais”.

A declaração especifica que “desde 2012 tem havido inúmeros incidentes e agressões físicas e verbais contra padres e outros membros do clero, ataques a igrejas Cristãs, com sítios sagrados regularmente vandalizados e profanados, e intimidação contínua de Cristãos locais que simplesmente procuram prestar culto livremente e seguir o seu quotidiano”.

Estas tácticas, continua o documento, “estão a ser usadas por este tipo de grupos radicais numa tentativa sistemática de expulsar a comunidade Cristã de Jerusalém e de outras partes da Terra Santa”.

Nesta declaração é reconhecido, “com gratidão”, o empenho do governo de Israel em providenciar segurança aos cristãos, embora se reconheça também o fracasso das medidas tomadas face aos ataques que têm vindo a ocorrer.

“É, portanto, uma questão de grande preocupação quando este compromisso nacional é traído pelo fracasso de políticos, funcionários e agências locais na aplicação da lei para conter as actividades de grupos radicais que regularmente intimidam cristãos locais, atacam padres e clero, e profanam sítios sagrados e propriedades da igreja”, observam os autores do documento.

Face a esta situação, à estratégia de intimidação à comunidade cristã, os patriarcas e bispos apelam às autoridades para garantirem “que nenhum cidadão ou instituição tenha de viver sob ameaça de violência ou intimidação”. Para isso, e proposta a criação de “uma zona especial” para salvaguardar “a integridade do Bairro Cristão da Cidade Velha de Jerusalém”, o que também garantiria a preservação do património cristão da cidade, acrescentam.



PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Observatório do país

Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais