Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Campanhas

LÍBANO: Não vos iremos abandonar

Apoiar Campanha
7 setembro 2020
É com profunda tristeza que assistimos ao momento trágico e doloroso que o povo do Líbano está a viver. No passado dia 4 de Agosto, uma brutal explosão deixou um rasto de destruição na cidade de Beirute que atingiu fortemente dois bairros, o Mar Maroun e de Achrafieh, este predominantemente cristão.



Perante esta tragédia a Fundação AIS decidiu, logo nas horas seguintes à explosão, enviar uma ajuda de emergência no valor de 250 mil euros, verba destinada à aquisição de cabazes alimentares para mais de 5.000 famílias que ficaram, de um momento para o outro, brutalmente privadas das suas casas e de quaisquer meios de subsistência.

O Líbano vive uma das mais profundas crises da sua história, com a economia num caos e a falência do sistema bancário. Há cada vez mais pessoas que têm de procurar nos caixotes do lixo a comida que já não conseguem comprar. No Líbano vivem também milhares de cristãos sírios. São refugiados de guerra. A pandemia de Covid19 agravou ainda mais esta realidade tão dramática. O Líbano depende agora da ajuda internacional.

“O Líbano não pode ser abandonado na sua solidão.” Papa Francisco


Centenas de jovens cristãos saíram à rua para ajudar a limpar os destroços provocados pela explosão. Aqui podemos vê-los na Catedral Maronita em Beirute.

A Igreja abriu de imediato as suas portas, escolas e conventos, para receber as famílias que perderam tudo. Estes cabazes alimentares já estão a ser distribuídos por dispensários e centros sociais geridos por algumas congregações como são exemplo as Irmãs do Bom Pasto e as Filhas da Caridade.


"Sobrevivi a quinze anos de guerra civil no Líbano, mas não conseguia imaginar nada tão horrível como o que aconteceu agora ao nosso povo. Mais do que nunca, estas pessoas precisam de ajuda. Estamos muito gratos pelas orações e apoio dos nossos queridos benfeitores e amigos da Fundação AIS.” Irmã Hanan Youssef, Congregação do Bom Pastor no Líbano

A explosão provocou mais de 300.000 desalojados, dos quais cerca de 80 mil são crianças. São pessoas que perderam tudo. Por isso, a nossa ajuda é tão urgente! A Fundação AIS já está a preparar uma nova campanha de auxílio de emergência. A Igreja do Líbano é a única esperança para milhares e milhares de pessoas. Todas elas esperam a nossa solidariedade. Podem contar consigo?

Apoie com 1 cabaz alimentar para 1 família no Líbano



Esta é a primeira ajuda de emergência: aliviar a fome e a miséria.
A Igreja local precisa da solidariedade dos cristãos em todo o mundo para continuar com a sua missão, ajudando a alimentar o povo de Deus e a continuar com a assistência espiritual tão importante nestes tempos de incerteza e medo. Mas vai ser preciso também ajudar a reconstruir as casas destruídas, as igrejas, os conventos, centros de saúde e escolas geridos comunidade cristã e que ficaram profundamente danificados.

O nosso apoio ao Líbano é essencial para a sobrevivência da própria comunidade Cristã no Médio Oriente. Já imaginou estas terras sem a presença de cristãos? Está nas nossas mãos evitar também essa tragédia!

As mensagens que temos recebido das famílias cristãs que já estão a receber a nossa ajuda são comovedoras. Agradecem a todos os benfeitores o apoio e a certeza de que não estão sozinhos!

Apoie esta campanha »


Rezemos e peçamos todos juntos a intercessão de Nossa Senhora de Fátima por este povo, neste momento de enorme sofrimento e angústia!

Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO

Papa Francisco
“O Líbano não pode ser abandonado na sua solidão”, disse o Santo Padre em audiência geral no dia 2 de Setembro, junto de um sacerdote libanês que se aproximou com uma bandeira do seu país.

“Há mais de cem anos, o Líbano tem sido um país de esperança" e nos períodos mais sombrios da sua história, "os libaneses mantiveram a sua fé em Deus e demonstraram a sua capacidade de fazer de sua terra um lugar de tolerância, respeito e coexistência, único na região. Para o bem do país, mas também do mundo, não podemos permitir que este património se perca. (...) Encorajo todos os libaneses a continuarem a ter esperança e a recuperar a força e a energia necessárias para começar novamente. Peço aos políticos e líderes religiosos que se empenhem com sinceridade e transparência no trabalho de reconstrução, renunciando aos interesses partidários e visando o bem comum e o futuro da nação. Renovo também o convite à comunidade internacional para apoiar o país e ajudá-lo a sair da grave crise, sem se envolver em tensões regionais. (...)



NOTÍCIAS RELACIONADAS

> 15 Setembro 2020 | LÍBANO: Portugueses convidados a apoiar comunidade cristã do Líbano após trágica explosão no porto de Beirute

> 31 Agosto 2020 | LÍBANO: Comunidade cristã vive dias de desolação e medo, um mês depois da explosão no porto, diz irmã portuguesa

> 15 Agosto 2020 | LÍBANO: Portugueses convidados a apoiar comunidade cristã do Líbano após trágica explosão no porto de Beirute

> 12 Agosto 2020 |
LÍBANO: "Os Cristãos no Líbano podem contar com a ajuda da AIS"


 

Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais