Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Campanhas

Consigo ajudamos os sacerdotes

Apoiar Campanha
1 julho 2022

Fundação AIS  - Consigo ajudamos os sacerdotes

Muita pobreza, muitas pessoas desenraizadas, muitos refugiados. No sul do Maláui, há muita gente que veio de Moçambique, fugindo ainda da violência da guerra civil. Todos precisam de ajuda mas, para o Pe. Ephraim Chikwiri, há ainda outras urgências, outras almas para acudir.

A região sul do Maláui parece quase um enclave no meio de Moçambique. Entre os dois países há, aliás, muitas histórias partilhadas, em especial de pessoas que se viram forçadas a fugir quando Moçambique viveu os duros anos da guerra civil, entre 1977 e 1992. Nessa década, calcula-se que mais de um milhão de moçambicanos tenham passado as porosas fronteiras entre os dois países em busca de alguma paz e tranquilidade. Curiosamente, as autoridades voltaram a identificar, nos últimos meses, novos grupos de refugiados oriundos de Moçambique.

Desta vez, são pessoas que fogem do terrorismo que assola a província de Cabo Delgado e que ameaça já estender-se também à de Niassa e, quem sabe, mais para sul, para Nampula e Zambézia. Todos eles têm em comum histórias terríveis. Fogem por medo, fogem da violência, mas não conseguem fugir da pobreza que parece quase inevitável naquelas paragens.

O Pe. Ephraim Chikwiri sabe bem como estes refugiados representam um desafio para a Igreja. São pessoas sem nada que precisam de quase tudo para sobreviver no dia-a-dia. Mas para o Pe. Chikwiri há outras urgências, outros dramas a resolver.

Na Diocese de Zomba, no sul do país, há cinco estabelecimentos prisionais. O Pe. Chikwiri é capelão em todos eles. Não há dia em que não peçam a sua presença. Na verdade, ele é mais do que um simples capelão. Para muitos dos presos, é através dele que conseguem sonhar a vida depois das grades, depois da reclusão. Para muitos, o Pe. Chikwiri é o amigo que nunca tiveram. Mas não é fácil ser capelão em cinco prisões diferentes que distam largas dezenas de quilómetros umas das outras. Desloca-se para todo o lado com uma motorizada velha que já se esfalfou em centenas de viagens, em urgências para atender, em pessoas aflitas a visitar, em milhares de quilómetros que já não é possível contabilizar.

As prisões em Zomba, como em geral as prisões em África, não são lugares fáceis. As pessoas endurecem na ânsia de sobreviver. Tornam-se rudes, agrestes, violentas. É sobre isso que o Pe. Chikwiri trabalha todos os dias. Ele quer transformar aquelas pessoas. Para isso, precisa de amolecer desconfianças, de criar laços, de os aproximar uns dos outros. Caso contrário, todos eles, quando saírem das prisões após cumpridas as penas a que foram condenados, nunca saberão respirar o ar da liberdade, nunca voltarão a ser cidadãos por inteiro, nunca conseguirão ser cidadãos de verdade.

Com a ajuda da Fundação AIS, o Pe. Ephraim realiza um trabalho notável junto da comunidade que mais precisa de ajuda!



A SUA AJUDA


Seja a Esperança dos sacerdotes que estão junto das suas comunidades em países pobres e perseguidos, apoiando projectos de subsistência e de como estes:


PERU

Estipêndios de Missa para 18 sacerdotes do Instituto do Verbo Encarnado que assistem os fiéis em várias dioceses do país. Estes são pobres, mas ficam felizes por partilhar o pouco que têm com os seus padres.

11.160€

UCRÂNIA

Ajuda de emergência para 138 incansáveis religiosas que permanecem junto dos fiéis levando-lhes consolo e ajuda concreta de subsistência



69.000€


VAMOS AJUDAR?

Apoie esta campanha »




HISTÓRIAS RELACIONADAS

Fundação AIS - Consigo levamos a palavra de Deus
BRASIL

A PRIMEIRA VIAGEM
Consigo levamos a Palavra de Deus

Fundação AIS - Consigo ajudamos as religiosas
PAQUISTÃO

UMA LIVRARIA QUE EVANGELIZA
EM TERRA TALIBÃ
Consigo ajudamos as religiosas



Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Boletim Especial "A Sua Ajuda"

Junte-se a esta causa
Neste boletim poderá ler esta e outras realidades, ver a ajuda concreta dos benfeitores da Fundação AIS juntos dos Cristãos perseguidos e mais necessitados, bem como o Relatório Anual de Actividades 2021. DESCARREGUE AQUI O PDF»


A SUA AJUDA EM 2021




 
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais